UA1 Santana promove saraus e passeios por SP


em 04/05/2018

ua

O pedido partiu dos moradores: a Unidade de Acolhimento Adulto Santana precisava de um momento para compartilhar música, esporte, poesia e dança. Foi a partir daí que nasceu o sarau. A segunda edição da festa aconteceu no dia 25 de abril, na própria casa.

Não necessariamente os saraus têm relação com datas comemorativas. O primeiro celebrou o Dia Internacional da Mulher. O segundo, contudo, foi uma forma de promover a interação do grupo. “A gente aqui é muito festeiro. Esse tipo de atividade mexe muito positivamente com eles”, conta o supervisor da UA1, Emmanuel Alex Raymundo.

A casa é uma unidade residenciais que acolhe usuários de Centros de Atenção Psicossocial (Caps) Álcool e Outras Drogas com a perspectiva de reinserção social.

O sarau de abril teve música – e colaboradores e moradores não deixaram de dançar – e tênis de mesa, além de um momento de alongamento e roda de capoeira e dança circular. O lanche foi colaborativo: cada um preparou uma parte. E entre os convidados estavam os moradores da UA2, colaboradores do Caps AD III Santana e ex-residentes. “A festa, o lazer, são formas de fazermos algo para interagirmos mais com todos”, pontua Emmanuel.

PASSEIOS

Além do sarau, a UA1 promove também passeios pela cidade. A proposta dos lugares parte da gestão da casa, mas são os moradores que escolhem para onde querem ir. Entre os passeios já realizados, estão uma visita ao parque do Ibirapuera e ao Museu Afro Brasil e outra ao Centro Cultural Banco do Brasil para conferir a mostra retrospectiva de Jean-Michel Basquiat.

“Vamos nos finais de semana porque é quando eles não têm muitas atividades no Caps, e ficam com dificuldade para achar uma ocupação”, explica o supervisor. Segundo ele, os momentos de lazer contribuem para reforçar o vínculo intenso que os moradores constroem enquanto estão na casa.