Projeto busca revitalização do Complexo Prates


em 05/09/2018

DSC_0734

Atividades culturais, música, esporte, jogos, grafite, poesia, ações de redução de danos, testes rápidos e mutirão de limpeza. É intenso o dia em que acontece o evento do projeto Revita Prates. Reunindo colaboradores e usuários dos equipamentos que compõem o Complexo Prates, a ação busca promover a revitalização do Caps AD por meio de ações intersetoriais.

Rodrigo da Silva, supervisor do Caps explica que o Revita Prates tem ações propostas para todo o ano de 2018 em cinco frentes: processos de trabalho e organização, atividades e superação de paradigmas, produtividade e resultados, articulação intersetorial e fomento a parcerias, ambiente e bem estar.

O evento do projeto, que teve sua segunda edição realizada no dia 22, acontece a cada dois meses em parceria com os CTA do Complexo Prates, o PAVS Bom Retiro, a AMA Prates o e Consultório na Rua Bom Retiro. “Trata-se de um grande encontro promovido entre os parceiros do território com o objetivo de integrar, produzir alegria, boas conversas e vida no entorno dos serviços”.

Segundo Rodrigo, o projeto surgiu da necessidade de ocupar os espaços externos à unidade com ações de promoção da saúde. Isso, ele ressalta, foi pensado de acordo com a característica do território e com a proposta de criar encontros mais potentes com os usuários atendidos.

DSC_1025

Os resultados das ações já são notórios, aponta o supervisor: diminuição do índice de violência e de crises, otimização dos leitos para acolhimento noturno, redução no uso de substâncias e empoderamento, por parte da equipe, para atuação no território.

“O ambiente está mais leve e com melhores condições de trabalho para os colaboradores. O vínculo com os usuários do serviço se fortaleceu”, ele comemora. E há, ainda, outro índice positivo: o aumento do número de pacientes ativos na unidade, que passou de 275 para 415 por mês.