Dois dias como agente comunitária de saúde


em 04/10/2018

“É muito legal acompanhar todo o processo da família desde antes da concepção do bebê até o nascimento, além de poder ver de perto a transformação da mulher durante a maternidade”, conta Bianca Barbosa, tentando pôr em palavras toda a paixão que tem pelo trabalho de Agente Comunitário de Saúde, na Unidade Básica de Saúde Jardim das Pedras, uma das áreas mais longínquas do centro da cidade, em direção à Zona Norte de São Paulo. Para Bianca, o trabalho com ACS permite interagir e cuidar das pessoas, e, defender a saúde pública, mostrando para a população de seu bairro e de sua microárea que podemos produzir saúde de qualidade. Essa tem sido a tarefa de maior prazer no seu dia a dia.

f336c4a9-246e-449e-9b54-71c004912b17Fomos realizar as famosas visitas domiciliares. Entramos na casa de quatro famílias, histórias e relações afetivas e concepções de vida e saúde. Todas as visitas planejadas e organizadas no processo de trabalho do ACS. Sabe o que isso significa? Colocar em prática aqueles princípios lá da Constituição Federal de 1988, quando fala “Da Saúde”, que são: universalidade, integralidade, equidade. Sabe por que? Nessas visitas ela reafirma o interesse do SUS no cuidado e acompanhamento das pessoas, assim, facilitando o acesso à saúde. Durante as visitas e nas discussões na reunião de equipe, se amplia o olhar e se traça uma estratégia para além da queixa do usuário, logo, se trabalha na lógica da integralidade. Na escolha das visitas domiciliares prioritárias é levado em consideração quem precisa mais, embora todos sejam visitados e cadastrados. Estamos falando em equidade da atenção à saúde, ou seja, ofertar mais para quem precisa mais. Isso tudo pode ser explicado na teoria ou vivenciado na prática do trabalho dos ACS.

No caminho para as Visitas Domiciliares, tive a sensação de estar acompanhando alguém famoso e querido pela população, afinal, não conseguíamos caminhar dez metros sem que alguém parasse para conversar, perguntasse dos atendimentos ou quisesse contar como foi a consulta. O ACS precisa estar “preparado para tudo”, e, eu estava sentindo na pele uma das dificuldades que eles enfrentam no dia a dia: a chuva não esperada.

Depois, acompanhei o ACS da UBS República, Edson Gomes, que consegue aliar a sua expertise do campo das artes ao trabalho de cuidado, promoção e prevenção à saúde. Sua formação de ator e sua experiência na área da cultura contribui para o trabalho cotidiano como Agente Comunitário de Saúde, que desempenha há sete anos.

7e3d6042-33df-42be-a0ad-429ed8aac72e

Os ACS encontram nas ruas, nas praças, nas saídas das escolas dos filhos sua comunidade usuária do SUS. Esses momentos de vida são cruciais para a promoção do autocuidado, que é imprescindível para que o cuidado seja efetivado nas relações familiares e comunitárias. Nesse aspecto, o centro da cidade tem uma peculiaridade: muitas pessoas moram sozinhas, são idosas, ou, muitas vezes, estrangeiras. Desafios? Apenas mencionei alguns deles!

Nesse contexto, como se faz para convencer as diferentes pessoas, de diferentes culturas, a orientação de que se cuidar e se prevenir no âmbito da saúde é bem melhor que remediar? Para a Estratégia Saúde da Família, esse ditado popular é importantíssimo e, justamente por isso, o processo de trabalho pressupõe que a população esteja próxima. Só estará próxima com a atuação do profissional Agente Comunitário em Saúde.

Edson, assim como Bianca, exercem a profissão em seus cotidianos dispondo de diferentes maneiras, aliando diferentes saberes. Eles, assim como diversos outros ACS, com diversas histórias de vida, realizam todos os dias aquelas duas palavras que falei acima, que é fácil escrever, difícil executar: vínculo e cuidado!

E para finalizar, vou afirmar algo que vivo muito intensamente na convivência com os ACS, de que cada microárea é um mundo de relações e afetos bastante singulares, mas o mais importante é que está tudo mapeado no coração dos Agentes Comunitários de Saúde.

Clarice Coelho
Assessora técnica do Núcleo de Educação Permanente